Seja um Patrocinador

Informe aqui caso queira ser um patrocinador do UTC AL Summit 2017!

Salvador

Bahia Othon Palace Hotel

05 - 07 Abril

2017

Palestrantes

Internacionais

Gratuito para

Utilities e Governo

CONSTRUINDO UM FUTURO MELHOR AGORA: A TRANSFORMAÇÃO DAS UTILITIES COM O EMPREGO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS

Este ano o UTC América Latina Summit 2017 traz para você os Estudos de Casos, produtos e serviços que estão transformando as empresas de serviços públicos de hoje para construir um futuro melhor. Para possibilitar essa transformação nas atividades de entrega de energia elétrica, gás, água, etc., as nossas utilities são dependentes das telecomunicações e das tecnologias inteligentes que estão sendo projetadas, implementadas e mantidas por profissionais altamente qualificados e de fornecedores de produtos e serviços inovadores. O UTC América Latina Summit 2017 em Salvador vai informar, desafiar e conectar os participantes em três dias de um intenso, focado e agradável período de apresentações, painéis e workshops.

Nosso programa educacional de 2017 vai focar em temas fundamentais dos programas de trabalho de nossos membros:

  • Necessidades de espectro;
  • Novos Modelos de Negócio para a implantação de telecomunicações;
  • Colaboração;
  • O impacto do Big Data em nossas redes de telecomunicações;
  • Definição de Requisitos de Smart Grid;
  • Cybersecurity e
  • Infraestrutura e integração de IT/OT.

O UTCAL SUMMIT 2017 promove o encontro de Concessionárias de Serviços Públicos, com Reguladores, Governo, Centros de Pesquisa, Empreendedores, Indústria, Fornecedores e os principais especialistas nacionais e internacionais (com Tradução Simultânea).

2.500 convidados
150 Empresas
+ de 20 representantes do Governo
75 fornecedores
+ de 15 países (LATAM, EUA, Canadá, África e Europa)

Onde especialistas se encontram

Realizado pela UTC América Latina, entidade sem fins lucrativos, o UTCAL SUMMIT tem como seu principal objetivo promover a aproximação e o debate das questões chave para as telecomunicações das Utilities da América Latina.
O UTCAL SUMMIT, já em sua sexta edição, vem se consolidando como principal canal para disseminar as melhores práticas, soluções e conhecimentos das tecnologias de telecomunicações e IT/OT aplicada às Concessionárias de Serviços Públicos.

O Evento em 2017

UTCAL SUMMIT 2017, em sua sexta edição, será novamente o ponto de encontro, onde serão discutidos os principais problemas e soluções pelos profissionais das Concessionárias de Serviços Públicos no que se refere aos sistemas de telecomunicações e suas aplicações.

Características do Evento

Ambiente de troca de conhecimentos onde são compartilhadas as diferentes visões, soluções e casos de sucesso, brasileiros e internacionais.

  • Forte presença das Concessionárias (2016 - mais de 460 especialistas, sendo 55% das utilities);
  • Conteúdo internacional (presença dos principais especialistas dos EUA, Europa e América Latina);
  • Grande troca de experiências entre os participantes;
  • Aberto e livre: Sem direcionamento para uma solução técnica específica ou fornecedor.

Realizado no excelente Centro de Convenções do Bahia Othon Palace Hotel, Salvador/BA, durante três dias:

  • Um dia dedicado exclusivamente a plenárias e debates com especialistas;
  • Dois dias de palestras e eventos técnicos abordando temas específicos relacionados aos assuntos propostos pelas comissões temáticas;
  • Três dias de exibição em Sistema Table Top, para que os expositores demonstrem suas soluções;
  • Entrega do Prêmio ALTA - America Latina Telecom Award 2017 aos vencedores;
  • Oportunidades de networking - salas de reunião para participantes;
  • 2 tutoriais pré-conferência.

Temário

  • Convergência IT/OT
  • Temas Emergentes para Modernização de Utilities
    • Modernização de redes de telecom
    • Soluções flexíveis para modernização de redes
    • IP/MPLS x MPLS-TP
  • Tecnologias Wireless
  • Temas Regulatórios
  • Compartilhamento de Infraestrutura - as dificuldades das utilities
  • Segurança Física e Cibernética - Novos Desafios
  • Otimização de redes de telecom para empresas de água e gás
  • Estratégias para Automação e Mobilidade de Equipes
  • Colaboração entre Utilities e Operadoras?
  • Data Analytics e Big Data
  • Solução PLC para última milha
  • Requisitos de Redes Inteligentes


O Programa

Legenda de cores:

Painéis:
Palestras:

04/04 - Terça-feira - TUTORIAIS PRÉ-SUMMIT (Inscrição adicional, vagas limitadas)

  • GPON além dos limites – Passive Optical LAN

    Descritivo: Imagine uma rede simples, confiável e de alta performance. A solução do Passive Optical LAN da Nokia chegou ao mercado para ajudar empresas do setor público e privado a aumentar a capacidade de suas redes diminuindo seus custos. A solução foi desenhada para que provedores de serviço, hotéis, universidades, empresas de energia, governos e o mercado corporativo possam melhorar a conectividade móvel dos seus usuários usando o que a fibra ótica tem de melhor: velocidade e segurança.
    Reinaldo Munhoz Gonçalves - Gerente de Produto para soluções de banda larga através de redes fixas em xDSL e GPON - NOKIA.

    A participação é gratuita.
  • SEGURANÇA CIBERNÉTICA – TEORIA E PRÁTICA

    Descritivo: A Cisco mostrará como tratar com as ameaças e abordagens de cybersegurança para o setor elétrico, seguido de demonstração de aplicação de SECURE OPERATIONS.
    Fernando Zamai – Especialista de Segurança da CISCO.

    Digitalização da Gestão de Frotas

    Descritivo: A Cisco apresentará sua solução multisserviço de comunicação com equipes de campo de alta disponibilidade tendo como meta a redução de custos de operação com melhoria de segurança e eficiência, impactando positivamente os indicadores de DEC e FEC.
    Severiano Leão Macedo – Digital Transformation Advisor for the Energy and Transportation Sectors.

    A participação é gratuita.

1º Dia - 05/04 - Quarta-feira

  • Solenidade de Abertura - Participação da UTC Global e Autoridades

    A cerimônia de abertura recepcionará todos os delegados e marcará o início do evento. O chairman da UTCAL e seus parceiros tecnológicos, juntamente com representantes de órgãos reguladores e empresas de transmissão e distribuição darão as boas vindas a todos os presentes.
    Gilberto Kassab Ministro Ministério de Ciências, Tecnologia, Inovações e Comunicações
    Fernando Arronte Diretor de Distribuição e Presidente da COELBA Grupo Neoenergia
    Joy Ditto CEO UTC USA
    Josias Matos de Araújo Presidente Cigré Brasil
    Fabio Alves Secretário de Energia Elétrica MME
    Ian Troughton CEO 4RF
    Laercio Albuquerque CEO CISCO
    Andre Patrus Ayres Pimenta Assistente de Diretoria ANEEL
    Enio Branco Diretor de Geração, Transmissão e Novos Negócios CELESC
    Maria Tereza Vellano Diretora de Planejamento, Engenharia e Obras da Distribuição AES Eletropaulo
    Agostinho Linhares Gerente de Espectro, Órbita e Radiodifusão ANATEL
    Rogerio Bonini Presidente do Conselho Diretor UTCAL
    Dymitr Wajsman Presidente UTCAL
  • PRÊMIO AMÉRICA LATINA TELECOM AWARDS - Premiação da Empresa Destaque no uso da Tecnologia em prol da Sociedade

  • PAINEL LÍDERES DA INDÚSTRIA DE UTILITIES:

    Discussão sobre o papel da tecnologia e das telecomunicações no movimento de modernização e eficientização da operação das utilities em todo o mundo

    Moderador: Josias Matos de Araújo – Presidente do Cigrè

    André Patrus Ayres Pimenta – ANEEL
    Fábio Alves – Secretário de Energia Elétrica – Ministério de Minas e Energia
    José Paulo de Oliveira – Public Sector Sales Director - Cisco
    Ian Troughton - Presidente da 4RF
    Fernando Arronte – Diretor de Distribuição - Neoenergia
    Joy Ditto – CEO da UTC


  • Keynote Speaker – Dr. Aurélio Blanquet - Director for the Networks Digital Platform – EDP Portugal – EDP Portugal

    Grid Digital: Soluções públicas e privadas de conectividade apoiando a transformação das empresas distribuidoras.
  • Espectro para as Utilities

    As utilities em todo o mundo operam redes de comunicação privada para suportar um fornecimento seguro e confiável de serviços públicos essenciais como a energia, gás e água. Destaca-se especialmente o uso em larga escala de sistemas “wireless” para escoamento do trafego de voz, dados e aplicações de controle, de importância capital para a operação e manutenção dos sistemas de missão crítica das empresas.
    O espectro utilizado atualmente apresenta severas limitações, estando sujeito em muitos casos a interferências e congestionamento. Essas empresas necessitam de forma urgente ter seu acesso ao espectro de frequências adequado aos requerimentos regulatórios e industriais relativos a segurança, confiabilidade, disponibilidade, eficiência e meio ambiente a elas impostos.

    Esse Painel irá debater os aspectos de natureza técnica, operacional e regulatória a serem considerados para facilitar o acesso e uso de espectro dedicado pelas utilities, como meio essencial de suporte a uma operação segura e confiável de seus sistemas.

    Moderador: Clóvis Baptista – Consultor, UTCAL
    Agostinho Linhares – Gerente de Espectro, Órbita e Radiodifusão - ANATEL
    Adrian Grilli – Managing Director, JRC
    Brett Kilbourne – VP Policy and General Council, UTC
    Kathleen Nelson – Grand River Energy & Vice Chair UTC USA
  • ALMOÇO – SALÃO ITAPUÃ

  • A segurança cibernética e suas aplicações nas utilities

    Venha se juntar aos profissionais das utilities nacionais e globais para uma discussão estratégica sobre segurança cibernética. O painel discutirá o gerenciamento de riscos nas cadeias de suprimento através da aplicação de boas práticas de segurança ao longo do ciclo de vida do sistema, estado atual do cibercrime e desafios regulatórios ligados aos pré-requisitos da segurança cibernética.

    Moderador: Dymitr Wajsman, UTCAL
    Aurélio Blanquet - EDP Portugal
    Mike Meason - Western Farmers Electric Coop – Chairman of Security, Risk & Compliance Committee da UTC
    Cicero Calvi – Elektro
    Marcelo Branquinho - TI Safe
  • ABERTURA DA EXPOSIÇÃO E COFFEE-BREAK

  • Moderador: Davi Fernandes

  • GE Predix Edge Intelligence Solutions

    O Software GE Predix e a inteligência de borda estendem a análise de dados até a borda da rede, permitindo que as Distribuidoras de Energia diminuam os custos de segurança da informação, a análise de dados e obtenham os benefícios da otimização inteligente de processos e ativos. Esta apresentação irá discutir a evolução da aquisição de dados e controle em malha fechada que permite os dispositivos e demais ativos tomarem ações mais inteligentes para o benefício das Utilities e seus usuários finais.

    Jeffrey McElroy - Senior Global and Key Accounts Manager, GE Energy Connections
  • Como criar uma estrutura organizacional que atenda Telecom, TO e TI dentro de uma empresa de energia elétrica

    Márcio Félix – Gerente de Tecnologia e Segurança da Informação - CPFL
  • Os desafios, dificuldades e os primeiros resultados do projeto redes inteligentes da AES Eletropaulo

    Antônio Almeida - Gerente de Tecnologia da Distribuição - AES Eletropaulo
  • Nova tecnologia para Redes de Infraestrutura Crítica de rádio para Telemetria / Telecontrol de Concessionarias

    A revitalização e a transformação digital do radio de legado de banda estreita de VHF / UHF está mudando perspectivas sobre a necessidade de custosas redes de dados de missão critica de banda larga. O avanço da tecnologia, as vantagens da reutilização de frequências existentes e o reaproveitamento do espectro existente, proporcionam novas oportunidades para redes baseadas em rádio para automação de distribuição complexa e para tarefas de controle de geração distribuída.  As redes SCADA podem agora ser implantadas utilizando rádios UHF, nova geração, escaláveis para enfrentar os desafios de capacidade e de migração IP. Hoje, como a influência e controle do domínio de TI impulsiona o sistema industrial de controle e projeto de rede SCADA, a gestão do tráfego IP, o gerenciamento de rede e de segurança tornaram-se critérios importantes em redes de serviços públicos de sucesso.  Além disso,  a capacidade adicional e a conectividade IP são importantes tanto nas concessionárias de energia elétrica como de água com redes modernas de alta capacidade de banda estreita digital de VHF / UHF que agora oferecem de 100 a 200 kbps para enfrentar os desafios de distribuição.

    Steve Moffat – CTO 4RF
  • Moderador: Dymitr Wajsman

  • Os Desafios da Recente Revisão dos Procedimentos de Rede do Operador Nacional do Sistema – ONS para as áreas de Telecomunicações das Utilities de Energia

    A Lei nº 9.648/98, em seu Artigo 13, alínea “f”, com redação dada pela Lei nº 10.848/2004, estabelece como atribuição do ONS propor regras para a operação das instalações de transmissão da rede básica do Sistema Interligado Nacional – SIN brasileiro. Essas regras são consolidadas nos Procedimentos de Rede, que são documentos de caráter normativo elaborados pelo ONS. Tais procedimentos foram recentemente revisados e publicados. Esta sessão visa compartilhar os desafios para as áreas de Telecomunicações das Utilities de Energia brasileiras para a adequação a estes procedimentos.

    Daniel Senna Guimarães - Cemig
  • A transformação cultural e digital da Cemig D por meio das Redes Sinérgicas

    Serão apresentados os conceitos com transformação cultural e digital da Cemig D estimados, e os desenvolvimentos realizados em P&D que viabilizaram o projeto de implantação de uma planta piloto nomeada por rede sinérgica experimental, no campo de teste da UniverCemig, em Sete Lagoas/MG. O conceito de redes sinérgicas foi introduzido pela Cemig D e propõe a associação concomitante de vários dispositivos executores de determinadas funções que contribuem para uma ação coordenada. Em outras palavras, quando existe o somatório de esforços em prol do mesmo fim, e pelo mesmo meio físico (cabo ou condutor de energia integrado com fibras ópticas no seu núcleo), têm-se uma rede sinérgica. Este conceito surgiu dentro da visão do Smart Grid puramente óptico para o setor de energia e telecom da Cemig. A fibra óptica é o melhor meio de transmissão de dados para atingir os requisitos de comunicação do Smart Grid, mas no conceito de redes sinérgicas, a fibra óptica pode trazer diversos outros benefícios além da banda larga. Neste projeto a rede sinérgica é a plataforma tecnológica para integração das funções da fibra óptica usada para comunicações de dados em banda larga, e o sensoriamento com os elementos condutores de energia elétrica, e onde estes elementos são cooperativos entre si.

    Carlos Alexandre Meireles Nascimento – Cemig
    Claudio Antonio Hortencio - CPqD
  • Segurança física em infraestrutura crítica

    Esse painel pretende discutir a tecnologia preventiva necessária para garantir que os interesses vitais de empresas com infraestrutura crítica estejam protegidos de atos destrutivos ou danosos ao seu patrimônio.

    Victor Guedes - Norteldata
    Gilvan Buarque - Celpe
  • Implementação de Redes Inteligentes com PLC em Fernando de Noronha

    Projeto de implantação de Redes Inteligentes utilizando a tecnologia PLC na ilha de Fernando de Noronha em Pernambuco. Projeto finalizado em 2016. Apresentação de Resultados.

    Ricardo Jose de Franca Padilha – Celpe Marcelo Artur Xavier de Lima – Celpe

2º Dia - 06/04 - Quinta-feira

  • Moderador: Francisco Pires

  • Cidades Inteligentes: Iniciativas, Projetos e Programas para apoio o desenvolvimento das Cidades Inteligentes no Brasil

    A palestra irá apresentar as ações em andamento pela ABDI com parceiros para o apoio ao desenvolvimento das cidades Inteligentes. Abordando entre outros temas o Ambiente de Demonstração e tecnologias para Cidades Inteligentes, Câmara IoT, Programa Minha Cidade Inteligente, Frente Parlamentar de Apoio a Cidades Inteligentes e Humanas.

    Carlos Venicius Frees 
    Specialist in Information and Communication Technologies.
    Project leader of Smart Grid / Smart City at ABDI
  • Segurança para Field Area Network (FAN)

    Com o advento da coleta de informações cibernéticas especificamente voltadas para obtenção de vantagem competitiva ou preparação para guerra cibernética feita por atores estatais, o risco de interrupções estratégicas aumenta proporcionalmente à vantagem tática. A proteção de dados valiosos e dos mecanismos de telecontrole, particularmente nas maiores redes de energia elétrica de serviço público, devem ser um objetivo nacional fundamental de segurança cibernética.  Soluções de segurança disponíveis como o protocolo IPsec podem ser complicadas quando implementadas em Field Area Networks. É possível aplicar as praticas de criptografia e autenticação, respeitando as restrições de banda em ambientes com restrições de banda em Field Area Networks baseado em rádios de banda estreita?    Esta sessão irá rever pilares básicos de segurança, olhar para as técnicas eficazes e eficientes de segurança, e ver como estão sendo usadas nas redes verdadeiras hoje em dia.

    Marco Pangos – 4RF
  • Building a Universal Field Area Network (FAN) for Operations has become a key focus.

    Utilities are realizing the strategic value of having consolidated system capable of supporting existing and emerging use cases. In this session, Nokia will share the experience of using Private LTE as a key technology for convergence. The discussion will cover the use cases, capabilities, technology comparison and STotal Cost of ownership associated with the system. Special focus will be made on how Private LTE can evolve to become a key vehicle for business transformation.

    Kamal Ballout – Executive Vice President Sales, Global Energy Segment - NOKIA
  • Moderador: Dymitr Wajsman

  • Análise de Riscos de Redes Industriais e SCADA

    • Ameaças para redes industriais e sistemas SCADA
    • Desafios de proteção em redes industriais e sistemas SCADA
    • Normas de segurança cibernética
    • ICS Security Framework
    • Como realizer a análise de riscos SCADA

    Marcelo Branquinho - TI SAFE
  • Fontes renováveis de energia e suas necessidades tecnológicas e de conectividade

    As fontes renováveis de energia – eólica, solar e biomassa, entre outras – são uma tendência crescente e irreversível no mundo e na América Latina, atendendo a uma demanda crescente por fontes limpas de energia. Devido à sua localização, os parques de geração de energia renováveis possuem necessidades particulares de conectividade entre seus diversos equipamentos, conectividade do parque à rede de transmissão e de segurança de sua infraestrutura. O correto entendimento e atendimento dessas necessidades é requisito essencial para a operação estável e confiável de tais parques. Nessa palestra, a Ericsson irá apresentar sua visão e experiências da evolução desse segmento da indústria nos âmbitos global e regional.

      Ivan Maurer, Líder global de soluções para utilities da Ericsson
  • Estudo de Caso da Neoenergia de utilização de consoles de operação nos Centros de Operação da Celpe e Cosern

    Experiência da CELPE e COSERN na utilização de consoles de operação nos Centros de Operação da Celpe e Cosern.

    Vitor Guedes – Norteldata
    Gilvan Buarque – Celpe
  • Moderador: Wanderley Maia

  • MPLS – Aplicações e Funcionalidades para Utilities

    As utilities tem pela frente o desafio da migração das redes TDM para redes de pacote. MPLS é tecnologia dominante para redes multiserviço de pacotes. Nesta apresentação vamos elencar os principais requisitos das aplicações críticas das utilities, explorar novas funcionalidades disponíveis no MPLS, as principais diferenças entre MPLS e MPLS-TP e tendências para o futuro.

    Alexandre Longo – Systems Engineer / Utilities, CISCO DO BRASIL
    Especialista em redes MPLS e soluções IoT - CCIE 6817
    Bacharel em Informática pela UFRJ
  • Soluções Bosch para Segurança do setor de “Energy and Utilities"

    Mauricio Felizardo dos Santos - Bosch
    Alexandre Boldrin Ferreira - Bosch
  • Communications in the age of DER-Distributed Energy Resources

    Power utilities network is changing…first, regulation is driving networks towards a new “cloud” topology (with distributed energy resources), evolving from the previous “energy high-way” concept, and with that, new technologies and systems are being introduced, such as: smart grid, AMI-advanced metering instruments, IoT devices. The new “cloud” topology brings to the grid a variety of energy resources such as wind-farms, solar-farms, solar-buildings, bio/chemical eco-friendly generation, tide/waves energy. Such new topology requires a smart and distributed communications network, providing not only support for the mission-critical elements as SCADA and TP but enabling the operator to extend network management and SLA/QoS towards the edge of the network, through Transmission and Distribution, so that power operators can manage the grid in the most cost-effective way. This new architecture brings cyber security challenges along.

    Marco Berger – Head of Utility Solution – ECI Israel
  • Moderador: Clóvis Baptista

  • Current differential protection over MPLS-TP

    The presentation will focus on the use packet technology to transport time critical applications like current differential protection. The presentation will show results of evaluating MPLS-TP with different protection vendors.

    Frank Segers - VP Europe, Americas, CIS, Maghreb, OTN Systems
  • Analíticos Avançados de Grid para melhoria de indicadores, resultando ganho de confiabilidade e maximização de investimentos.

    Baseado em casos reais, utilizando dados existentes na grande maioria das concessionárias de energia, temos como principal foco os resultados de otimização relacionados a indicadores operacionais como DEC e FEC. O principal ganho é medido em como atingir a melhoria da confiabilidade da rede com a menor quantidade de recursos, com as melhores soluções de tecnologias e serviços, e no menor prazo possível. Somado aos benefícios principais pode-se ter uma visibilidade sobre seus ativos do sistema elétrico majorada através de uma ferramenta de fácil utilização e integrada aos sistemas GIS e OMS

    Marcos Machado - Gerente Sênior de Produtos da Landis & Gyr
  • Cyber Shield – Solução de segurança “Cyber” para Operação WAN e Distribuição da Automação

    A Migração de redes OT de TDM para PSN e a apresentação de novos equipamentos e serviços baseados em IP nas redes OT representam um risco para as empresas de Energia. Com redes e serviços baseados em IP, é muito mais fácil para os hackers tomarem controle do seu Power Grid e impactar os serviços. Esta apresentação revisará como empresas de Energia podem se defender de tais “cyber-attacks”, tanto na rede de Transmissão (Operational WAN) como na rede de Distribuição (Backhaul Automation).

    Mickey Shmuel - Gerente de Desenvolvimento de Negócios da RAD para Infraestrutura Crítica
  • Can IT and OT live in harmony?

    The presentation will focus on the technology evolution between IT and OT and propose a solution for architectural soundness.

    Mark Pauwels - Director of Sales LATAM-IBERIA, OTN Systems
  • Moderador: Ronaldo Santarem

  • Aspectos estratégicos no swap de fibras

    Será um painel interativo onde será apresentada evolução do Modelo de Equivalência entre cabos de fibras ópticas, ferramenta sendo desenvolvida pela UTC Améica Latina e Maksen, ferramenta essa que irá apoiar as decisões empresariais no momento da realização de swap de fibras tanto entre empresas dentro do setor elétrico como com empresas de telecomunicações.

    Pedro Uehara - Maksen
  • Cloud e Novas Tecnologias! Sua Infraestrutura Plug & Play

    Daniela Subhia - Cisco
  • Cyber Security for Utilities

    The speech of Paul Schwyter demonstrates how close fiction and reality of a nationwide blackout are and why only joint efforts of utilities and suppliers can reduce such risks. To comply with international & local standards like NERC-CIP or BDEW / IEC27000 recommendations not only organizational procedures have to be defined but related measures need also to address the overall life-cycle of the communication systems and all its components. It’s a tremendous challenge for a utility and a huge responsibility for its management to apply the required care to avoid cyber incidences that may lead to severe legal & commercial consequences even for individuals.

    Paul Schwyter, Product Manager - ABB Suiça
  • Comunicação via satélite

    A palestra aborda os benefícios e diferenciais da comunicação via satélite para empresas de saneamento e abastecimento, na geração, transmissão e distribuição de concessionárias de energia.

    Antonio Cury – Diretor de Vendas Vertical Utilities – HUGHES
  • Moderador: Francisco Pires

  • Segurança em IoT e Smart Metering: conceitos, desafios, requisitos mínimos e situação no Brasil

    A apresentação abordará os principais aspectos relacionados com a segurança em IoT e suas implicações para o setor elétrico. Primeiramente, será apresentada uma visão conceitual sobre o modelo de referência do IoT e seus aspectos de segurança. Em seguida, será feito um paralelo entre o mundo da IoT e Smart Grid nas suas diferentes fases de implantação. Serão apresentadas também a visão atualizada de quais são as principais preocupações das empresas europeias de energia elétrica quanto a segurança dos novos serviços e dispositivos associados, tais como: geração distribuída, veículos elétricos, sistemas de carregamento de veículos, redes virtuais de energia. Finalmente, serão apresentadas as principais ameaças e vulnerabilidades associadas ao smart metering,  a situação no Brasil em relação a este tema e os resultados de um projeto de avaliação de segurança em Smart Meters realizado pelo CPqD com uma concessionária. 

    José Reynaldo Formigioni - CPqD
  • Extraindo o melhor do IP Networking para redes de subestação com foco em alta disponibilidade, resiliência e segurança

    Cada vez mais diversos serviços e sistemas de comunicação utilizados para a automação e controle do sistema elétrico convergem em subestações, tornando-se portanto pontos de agregação elementares no transporte de informação e convergência de tecnologias. Ao longo desta palestra será abordado em detalhes a arquitetura de rede IP/Ethernet e demais protocolos envolvidos em um ambiente de subestação, discutindo boas práticas de desenho e implementação com foco em alto desempenho, resiliência, disponibilidade e segurança.

    Gerardo Mendel  - Senior Solution Architect – Dimension Data
  • Painel – Transição para o mundo IP e o impacto nas empresas de missão crítica: Porque se preocupar e o que pode ser feito?

    Fábio Rangel - ECI
    Guillermo Jimenez – CTO - Nokia
    Leonardo Tozzi Pinheiro - Ericsson
  • Moderador: Getulio Soares - Eletrosul

  • Palestra Fibras Ópticas

    Tempo de vida útil de cabos ópticos OPGW


    Marcos Benedetti - Eletrosul
    Carlos Certório – Furnas
    Luiz Geraldo Rios – Chesf
  • Projetos Globais da UTC

    Cybersecurity, Espectro para Utilities, Indicadores de Desempenho e Redes de Pacotes

    Peter Moray – UTC Global Director
  • Moderador: Jose Luis de França Neto

  • Painel Wi-SUN

    A Wi-SUN Alliance fornece soluções de malha sem fio para Field Area Networks para aplicações como AMI e Distribution Automation e para Home Energy Management.
    O Wi-SUN foi escolhido pelas empresas de Serviços Públicos como a solução sem fio que oferece produtos interoperáveis de vários fornecedores.

    Severiano Macedo - Cisco
    Helder Bufarah - Silver Spring
    Marcos Machado - Landis & Gyr
  • Moderador: Mauricio Lobo

  • Indicadores chave de desempenho na construção de redes inteligentes

    Eng.MSc. Tânia Mara Pereira Marques

    USEM CT - Unidade de Serviço Eletromecânica Curitiba

    Sanepar - Cia. de Saneamento do Paraná
  • Como o Smart Grid pode melhorar os índices operacionais de continuidade e perdas nas áreas rurais

    A aplicação do Smart Grid nas linhas rurais é um desafio à parte devido às suas características especiais: baixa densidade demográfica, alimentadores extensos e baixa cobertura celular entre outros. A grande maioria das concessionárias brasileiras possui clientes neste cenário. As soluções de smart grid de ‘prateleira’ são desenhadas para cenários urbanos e se tornam ineficientes para cenários rurais. O objetivo deste trabalho é demonstrar como as novas tecnologias de comunicação podem ser combinadas para melhorar os indicadores operacionais na automação, localização de faltas e telemedição de clientes - inclusive na prevenção de perdas - nas áreas rurais.

    Sergio Sevileanu - Desenvolvedor de negócios e aplicações para Smart Grids da Siemens

3º Dia - 07/04 - Sexta-feira

  • Moderador: Marcel Tolentino

  • Como reduzir o custo de investimento em fibra óptica utilizando o OPDC

    Em busca de soluções ópticas para a modernização das redes de distribuição de energia

    Fernanda Tiemy Yoshida - Furukawa
  • Master Station – Network Evolution from SD4 to Orbit

    As redes de comunicação em banda estreita licenciadas são implementadas para monitorar, controlar e manter processos industriais críticos e ativos distribuídos. Tais aplicações requerem alta confiabilidade e disponibilidade especialmente no ponto de acesso, impulsionando assim a demanda por soluções de ciclo de trabalho alto com redundância incorporada que são capazes de operação contínua. A MDS Master Station foi construída para atender a esses exigentes requisitos, além de possibilitar a migração de redes existentes para uma unica plataforma.

    Fernando Resende - Senior Proposals Manager - GE Energy Connections
    Eduardo Penco - Lead Technical Sales Specialist - GE Energy Connections
  • New Challenges in Power Utilities Communications

    This presentation will cover a wide variety of recent trends and developments enabling power utilities to migrate their communications infrastructure to secure and advanced packet technologies, addressing not only the vital mission-critical applications connectivity as well as providing cyber secured connectivity. The presentation will also introduce to the world of virtualization, whereas new functionalities and capex/opex savings can be achieve through VNFs – virtual network functions, in a flexible and rapid matter, yet assuring the reliability required by power utilities. Finally the presentation will talk about the importance of E2E IC3 NMS system, providing full visibility, control and monitoring of the network and its assets.

    Rogerio Munuera – Country Manager – ECI Brasil
  • Moderador: Getulio Soares

  • Iniciativas de implantação de Projetos de Segurança Cibernética nas Distribuidoras do Grupo Neoenergia

    Palestra visa demonstrar as iniciativas em Segurança Cibernética que já foram implantadas ou estão em fase de implantação nas 3 distribuidoras do Grupo Neoenergia: Coelba, Celpe e Cosern.

    Carmeci Alves dos Santos – Coelba
    Thiago Uchoa - Celpe
  • Aplicações de redes MPLS para proteção

    Este trabalho aborda o uso de redes MPLS para aplicações de missão crítica como a teleproteção em subestações de energia elétrica. O uso desta técnica oferece uma alternativa aos modelos convencionais oferecendo novos recursos e confiabilidade ao sistema de proteção.

    Rafael Moreira, ABB Brasil
  • WIMAX: o caminho das Utilities para o IoT.

    Aplicação de tecnologia de comunicação digital sem fio WiMAX para viabilizar aplicações de IoT na industria elétrica, incluindo capacitação como “backbone” de comunicação e/ou como ultima milha, multiplicidade de fluxos de serviço e comunicação de frota móvel.

    Vitor Maganha - Engenheiro de aplicação da Siemens
  • Moderador: Davi Fernandes

  • Desafios de Segurança no Cenário de Transformação Digital

    A Transformação Digital já é uma realidade e afeta múltiplas dimensões nas utilities, desde as operações até a novos modelos de negócio. Quais os maiores desafios para a segurança de infraestrutura e informações nesse novo cenário? Como se preparar para essa transformação que já está acontecendo? A relevância da CyberSecurity é cada vez maior na estratégia das utilities para acompanhar os desafios dessa transformação.

    Felipe Jordão - Gerente de Pré-vendas de Segurança
  • Aspectos a Considerar na Implantação de Plataformas de Comunicação para Redes Inteligentes

    A plataforma de comunicação é a escolha mais importante que as empresas farão por constituir a fundação para as redes e cidades inteligentes. A palestra abordará  aspectos técnicos  e de negócio essenciais a serem considerados de forma a garantir a mitigação de riscos e efetividade dos investimentos.

    Helder Buffarah – Silver Spring
  • Planejamento Integrado de Alocação de Equipamentos na Rede Elétrica e de Redes de Comunicação

    O planejamento de Redes Inteligentes encerra desafios técnicos dada sua característica multidisciplinar de implantação como o planejamento das redes de comunicação. Em geral, os equipamentos são alocados na rede elétrica e a área de engenharia de telecomunicações busca atender os requisitos. Entretanto, o cenário nacional apresenta dificuldades para atendimento destes pontos. Esta apresentação apresenta proposta de Metodologia de Planejamento Integrado de Alocação de Equipamentos na Rede Elétrica e de Redes de Comunicação, utilizando duas ferramentas de planejamento: SINAPgrid e Celplanner, permitindo a otimização dos projetos de rede elétrica e de telecomunicações por meio do alinhamento entre os seus objetivos.

    Leonhard Korawajczuc - Sinapsis Inovação em Energia
    Marcelo Ap. Pelegrini - Celplan
  • Moderador: Ronaldo Santarem

  • Evolução da Rede Integrada de Sincronismo de Furnas

    A Rede Integrada de Sincronismo de FURNAS foi desenvolvida com o objetivo de oferecer nas usinas e subestações um relógio sincronizado como infraestrutura do site, trazendo economia de escala e evitando o acúmulo de sistemas redundantes e sem gerenciamento. Desde então, FURNAS implantou a Rede Integrada de Sincronismo em diversas localidades. Com o surgimento de novas aplicações no Sistema Elétrico que demandam grande precisão de tempo, FURNAS está adequando seu Sistema de Sincronismo de forma a cumprir os requisitos técnicos necessários. 

    Leonardo Borges Araújo
    Lucas Vernot Amaral
  • Moderador: Getulio Soares

  • Opções de roteamento eficiente para o Field Area Networks

    As redes privadas modernas de área de campo de rádio  (FAN) dependem de protocolos eficientes para alavancar canais estreitos de RF e fornecer um desempenho próximo da banda larga.  A migração bem sucedida para IP no FAN requer atenção cuidadosa aos tipos de tráfego IP, escolhas de segurança e a implementação dos algoritmos de roteamento dinâmico que interligam as redes de backhaul e de campo. Atualmente, muitas destas redes estão implementadas utilizando simplesmente topologias bridge em camada 2.  Os projetos de camada 3 podem ser complexos e podem afetar a capacidade da rede. Em geral, protocolos de roteamento internos usados em um domínio único de camada 3, como RIP ou OSPF podem gerar tráfego indesejável no que é essencialmente uma arquitetura de rede fixa, mas há vantagens em misturar desenhos de camada dois e três. Além de tocar em filtragem e segurança IP, esta sessão explorará projetos de roteamento alternativos ligando o gateway backhaul, a porta Ethernet e os domínios de rede RF no contexto de uma rede de área de campo (FAN) de Concessionaria de Serviço Publico (elétrica, agua, gás).

    MARCO PANGOS – 4RF

Eventos Anteriores

Confira imagens dos eventos anteriores.

  • UTCAL 2016
  • UTCAL 2016
  • UTCAL 2016
  • UTCAL 2016
  • UTCAL 2016
  • UTCAL 2016

UTCAL Summit 2016

+ de 460 participantes, 141 empresas, 33 patrocinadores e 74 palestras


O UTCAL Summit na sua quinta edição se tornou um ponto de encontro e capacitação dos profissionais de Telecom e TI/TO das Utilities.

  • UTCAL 2015
  • UTCAL 2015
  • UTCAL 2015
  • UTCAL 2015
  • UTCAL 2015
  • UTCAL 2015

UTCAL Summit 2015

+ de 430 participantes, 136 empresas, 31 patrocinadores e 79 palestras

Em um momento de dificuldades para o setor, a quarta edição do evento consolidou o UTCAL Summit como o principal canal para a discussão dos temas relacionados às telecomunicações de missão crítica em Concessionárias de Serviços Públicos. Importantes debates aconteceram e as sessões educacionais pré-conferência receberam um bom e interessado público especializado.

  • UTCAL 2014
  • UTCAL 2014
  • UTCAL 2014
  • UTCAL 2014
  • UTCAL 2014
  • UTCAL 2014

UTCAL Summit 2014

+ de 320 participantes, 75 palestras e 20 expositores

A terceira edição do evento consolidou o UTCAL Summit como o principal canal para a discussão dos temas relacionados as telecomunicações em Concessionárias de Serviços Públicos. Importantes debates aconteceram, bem como o primeiro treinamento em fibras, que permitiu a técnicos melhorar seus conhecimentos

  • UTCAL 2013
  • UTCAL 2013

UTCAL Summit 2013

+ de 255 participantes, 56 palestras e 18 expositores

O primeiro evento em Florianópolis confirmou a necessidade de um forum para os debates relativos as telecomunicações para Utilities. Marcou a consolidação da UTCAL e foi abrilhantado pela presença de autoridades do governo e da iniciativa privada, tando do Brasil quanto do exterior.

  • UTCAL 2012
  • UTCAL 2012
  • UTCAL 2012
  • UTCAL 2012

UTCAL Summit 2012

+ de 156 participantes, 30 palestras e 15 expositores

Nosso primeiro evento superou nossas melhores expectativas. Realizado no Rio de Janeiro, em sua primeira edição contou com a presença de 156 especialistas.

Seja um Patrocinador

Patrocinadores


HOST

PREMIER

GOLD

Prêmio Alta

SILVER

EXPOSITORES

COFFEE BREAK

APOIO INSTITUCIONAL

Sobre o Hotel

Bahia Othon Palace Hotel 


  • Fachada
  • Lobby
  • Lobby
  • Piscina
  • Restaurante
  • Restaurante
  • Área de Exposição
  • Restaurante
  • Área de Exposição

Localizado no centro de Salvador, próximo ao Farol da Barra, Pelourinho, Elevador Lacerda e diversos pontos históricos desta cidade que respira cultura, o Bahia Othon Palace Hotel reúne sofisticação e conforto.

TEL.: (+55 71) 2103-7100

Informar ao Bahia Othon Palace Hotel que está solicitando reserva para participação no UTCAL Summit para obter preço especial.

Solicitamos aos participantes que façam a reserva diretamente com o hotel pelo e-mail reservas.bahia@othon.com.br ou pelos telefones (+55 71) 2103-7100, para que não haja duplicidade de reservas.
R$ 220,00* (Quarto Standard)   •   R$ 260,00* (Quarto Luxo)
Antecipe sua reserva!
*não inclui taxas de turismo e outras taxas do Hotel. Informe-se no Setor de Reservas.

Networking

  • Todos os almoços serão realizados no local do evento (gratuitos);
  • Coffee break em todos os intervalos;
  • Recepção para visitantes internacionais, palestrantes e patrocinadores;
  • Disponibilidade de Salas de reuniões para encontros de negócios ou apresentações especificas/focadas, a ser combinado com patrocinadores e fornecedores em ambiente reservado, no hotel;
  • Meeting desk, onde podem ser solicitados contatos entre os participantes. Nossa equipe fará a busca e promoverá a apresentação.

Ambiente

Centro de Convenções em Hotel, com excelentes acomodações:

  • Auditório Principal para mais de 400 pessoas;
  • Três Auditórios para palestras simultâneas;
  • Salão para exposição de equipamentos e soluções (Table Top) e Coquetel;
  • Fácil acesso;
  • Salas Vips para reuniões; (para patrocinadores Premier e Gold);
  • Próximo ao centro histórico da cidade.

Cadastro / Inscreva-se

Preencha o formulário abaixo e garanta sua vaga ou entre em contato através do telefone ou email abaixo.




Tipo de Inscrição
Informações Pessoais


Valor da Inscrição (*Inscrição antecipada no valor de R$ 2.000,00 até 28/02/2017, após R$ 2.700,00.)

Inscrição grátis para Utilities e Governo.

Desejo pagar com cartão de crédito:
Forma de Pagamento

   Aceitamos todos os cartões de crédito.



Onde você ouviu falar sobre o UTCAL Summit 2017?